Sonetos eternamente....

Olá !!! sejam bem vindos ao meu blog que abrangerá diversas composições de sonetos sobre alegria, melancolia, natureza, cotidiano, temas históricos e principalmente amar, essência do ser humano ; escritos com alma e coração, deixe seu comentário, critica ou sugestão. Obrigado pela visita , estarei sempre esperando por vocês... Abraços :))







domingo, 12 de fevereiro de 2017

Quem és tu:??? - Who are you???

Quem és tu???
ah morena, mulher sedutora, encantadora, deslumbrante, provocante...
quem és tu??? olhos castanhos, profundos, enigmáticos como o anoitecer a nos envolver..
que direis de teus lábios delicados, suaves, doces como o favo de mel...

Quem és tu???
olhar de mulher madura, jeito de menina, jovem, a desafiar o tempo e os contratempos...
teus cabelos negros, longos, esvoaçantes como a brisa do mar anunciando o anoitecer...
sim, você, és o bálsamo de minha alma, esqueço tudo, penso somente em você, quem és tu???

Quem és tu???
ao te observar não reajo, apenas rendo-me aos teus encantos...
sou prisioneiro de teus mistérios como o brilho do plenilúnio salpicado de estrelas...

Quem és tu???
 teu corpo moreno, caliente, envolvente, etéreo como o brilho do astro rei na imensidão do mar...
você, mistério que cruzastes meu caminho, que me fascinastes, quem és tu???





depositphotos

domingo, 13 de setembro de 2015

Naquela Mesa - That Table


Naquela mesa...
somente eu e ti, onde tudo iniciastes...
nossos olhares se cruzaram, se fixaram, se entrelaçaram...
tentei desvendar-lhes teus encantos, teus fascinios, teus mistérios...

ahhhh, naquela mesa...
você sorristes para mim, lhe retribui , tudo em sintonia, perfeito...
ao tocar-lhes suas mãos suaves, delicadas, angelicais, fascinantes...
senti as profundezas de minha alma serem banhadas por um bálsamo de serenidade...

ahhhh, naquela mesa...
queria lhe dizer tantas coisas, assim como tu...
o tempo passava, a noite avançava, nada me importava, importava somente você...

ahhhh, naquela mesa...
as estrelas cintilavam no céu, o plenilúnio brilhava intensamente, deslumbrantemente, majestosamente...
preferi ignorá-los, pois você diante de mim era tudo, razão de meu viver, intenso, pois tudo começastes, entre eu e ti, naquela mesa...




chrisgontijo.com.br 

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Abraçados - Embraced

abraçados...
somente eu e ti, abraçados, enamorados, almas que se entrelaçam...
conjunções, emoções, corações que se doam, somos únicos...
assim estamos, amados, enamorados, abraçados...

abraçados...
indiferentes ao tempo que se passa, que não volta, que insiste seguir em frente...
nada importa, importa...
é que estajamos sempre abraçados...

abraçados...
quisera eu, quisera ti, nos olharmos, nos desvendarmos, nos beijarmos...
enfim, cada vez mais abraçados...

abraçados...
a contemplarmos a brisa suave da manhã, o verde infinito; à espera do crepúsculo, do plenilúnio e das estrelas cintilantes...
a nos abençoar, assim estaremos, sempre abraçados, cada vez mais abraçados....




credito da imagem: www.photaki.com

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Esses olhos verdes - These green eyes

ahhhh, esses olhos verdes....
tão penetrantes, tão envolventes, tão aconchegantes, tão deslumbrantes....
tão enigmáticos, misteriosos, que abraçam-me, que envolvem-me como a brisa suave da manhã...
ahhhh, esses olhos verdes...

ahhhh, esses olhos verdes....
tão angelicais, tão puros, tão imensos em beleza como os verdes campos de minha terra...
deito-me na relva úmida, destas campinas imensas e longinquas...
fecho meus olhos para pensar somente em ti e nesses olhos verdes....

ahhhh, esses olhos verdes....
que brilham como a pureza e a delicadeza de uma esmeralda....
tão suaves, tão puros, tão majestosos, tão sublimes,esqueço tudo, penso somente em ti, penso somente nesses olhos verdes...

ahhhh, esses olhos verdes....
o tempo passa, a saudade me atormenta, me sufoca, me enlouquece....
não posso ficar muito tempo assim, preciso olhar, contemplar, admirar essas jóias que brilham como as estrelas no infinito, graciosas como o luar que desfila no céu, és meu bálsamo, a razão de meu viver, esses olhos verdes... 
                        





www.mulheresdicas.com.br. 

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Portugal Eternamente - Portugal Forever

era um pedacinho de terra na península Ibérica...
chamada inicialmente de Condado Portucalense...
tão pequenina esta terra entre o Minho e o Tejo que estava fadada a ser esquecida...
mas seu povo ousou desafiar o destino e a sua própria História...

aos poucos foi crescendo, expandindo-se mas, continuastes pequena, mas, seria o teu destino grandioso...
mas, quis o destino e a História que esta terra se chamasse Portugal...
seu destino estava no mar imenso a tua frente....
o Mar Tenebroso como chamavam naquele tempo distante, de tão pavoroso que eras...

quisera o destino que os lusitanos olhassem para aquele mar imenso e infinito com esperanças...
de romper os grilhões do monopólio de Genôva e Veneza no Mediterrâneo...
El rei ordenastes: busquemos as especiarias por outro caminho...

no Algarve, numa pequena e humilde localidade: Sagres, estudavam e se preparavam...
pelo Tejo partiram com as caravelas para o imenso desconhecido com fé e esperanças...
na certeza de vossos nomes ecoarem na eternidade da História...




imagem do Monumento aos descobrimentos em Lisboa, Portugal,
na foto o infante Dom Henrique fundador da Escola Náutica de Sagres mostra o caminho para os portugueses pelo mar.
credito da foto: www.egeac.pt



quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

O último tango - The last tango

é noite....
 as estrelas cintilam graciosas, silenciosas, contemplando-nos, o luar desfila magicamente....
somente eu e ti...
neste último tango que insiste a continuar...

ahhhh, és o meu último tango, a razão de meu viver está esvaindo-se...
certezas, incertezas, ilusões, desilusões, tempo, contratempo, harmonia, melancolia...
um turbilhão, tudo é diferente, tudo é indiferente, tudo é estranho...
somente eu e ti, neste último tango...

o tempo passa, a saudade começa a atormentar-me, a sufocar-me, a angustiar-me....
o acordeom toca sem parar, atravessando a madrugada...
a cada toque te abraço, te envolvo cada vez mais, sinto tua respiração quente, adocicada, envolvente, aconchegante, pois és o meu último tango...

ahhhh, és o meu último tango, a minha única certeza: não posso viver sem você.....
vejo teus olhos belos e profundos, teus lábios carnudos, calientes como o ocaso que há muito se fora...
o tango continua sem parar, a desafiar o tempo, a aurora desponta, o tango continua, somos únicos, somos eternos pois esse és meu último tango....




www.agendalx.pt

domingo, 16 de março de 2014

Borboleta no jardim - Butterfly in the garden

é manhã de domingo, graciosa, radiosa, sublime...
os pássaros te saúdam com tuas melodias harmônicas e majestosas...
as flores em meu jardim ainda conservam os respingos do orvalho suave e misterioso da madrugada..
enquanto eu, contemplo-as mergulhado em devaneios, assim estou.... 

nestes devaneios, acorrentado aos grilhões da saudade de ti, parece uma agonia interminável...
eis que nas minhas flores úmidas do enigmático orvalho exalam um perfume suave e adocicado... me faz pensar em você, agora tão distante...
uma borboleta pousa, indiferente ao meu drama, ao meu sofrimento, a minha agonia, a minha desilusão...
vai e vem, vem e volta como se fossem lembranças de ti, nosso amor que há tanto ecoou..., faz minha alma sentir um bálsamo de nostalgia...

ahhhh, esta borboleta, graciosa, serena, majestosa, bela, singela, pura, angelical, como eras você...
como gostaria de ser esta borboleta agora, sentir o perfume adocicado de minhas flores e a brisa suave da manhã...
a pensar em você, tão, tão, tão distante agora..... 

ahhhh, como eu gostaria de voar contigo borboleta, minha borboleta..... 
voar contigo, esquecer todas as desilusões, todas as incertezas, todas as amarguras.... gostaria de recomeçar, acreditar, sonhar, pensar..... somente em você....
renovam-se as esperanças, agora sou uma borboleta, a voar ao teu encontro, na certeza de que nos encontraremos e reescreveremos nossas páginas de um amor que ficou e perdurará enquanto dure, por toda a eternidade, pois tu és minha eterna borboleta.... 





VOAR COM LIBERDADE, SEM MEDO DE SER FELIZ !!!!

photo: by Roberto Silva
Março-2014 - Jardins do Daae - Araraquara - SP