Sonetos eternamente....

Olá !!! sejam bem vindos ao meu blog que abrangerá diversas composições de sonetos sobre alegria, melancolia, natureza, cotidiano, temas históricos e principalmente amar, essência do ser humano ; escritos com alma e coração, deixe seu comentário, critica ou sugestão. Obrigado pela visita , estarei sempre esperando por vocês... Abraços :))







sábado, 10 de dezembro de 2011

Não se vás - Not go

Ahhhh você, que surgistes  em minha vida, há tanto,tanto, tempo...
os anos passaram, mas você, única, especial, sensacional, angelical.... eras você...
teus olhos negros, profundos e envolventes com o véu da noite envolto em auras de mistérios e magia...
teus lábios carnudos, doces, delicados, divinos como Afrodite além do Olimpo...

teus cabelos longos, que esvoaçam com a brisa do amanhecer...
teu corpo etéreo, caliente, misterioso, envolvente...
ahhhh você, somente você, razão de meu viver, não sobreviverei sem você, preciso de você...
diz que partirás, o que serás de mim sem você?...

as manhãs, as tardes e as noites nunca mais serão as mesmas sem você... dor, solidão, amargura... não... não permitirei, não suportarei, nunca entenderei...
sentir a falta do calor de teus abraços, os beijos doces como favo de mel....
teu olhar sedutor e paralisador, tua ternura, tudo, tudo, tudo...

por favor, não se vás, preciso de você, hoje e sempre...
não me deixes afogado num mar de agonia e desilusão, num turbilhão sem fim, meu amor...
se errei, perdoe-me, quero teu aconchego, tudo, necessito de você, nas manhãs, tardes e noites de luar a contemplar o brilho das estrelas onde nosso amor ecoa na eternidade...







ivoneteuniii.blogspot.com

domingo, 6 de novembro de 2011

Brumas - Mists

Ahhhh brumas, tão misteriosas, tão envolventes, tão sublimes....
Ahhhh brumas que me envolvem no amanhecer como um abraço doce, suave, aconchegante de alguem distante...
percorrendo as profundezas de minha alma saudosa e carente de ti, brumas trazem você a mim...
percorrendo meus pensamentos transformando-o num turbilhão levando-me a contemplar, a meditar, a desejar somente você....

o tempo passa, as brumas desaparecem como um encanto, como alguém que parte sem dizer ao menos um adeus...
sinto-me contrito, angustiado, taciturno, pois não as contemplo agora minhas brumas misteriosas e sedutoras...
brumas, brumas, brumas que me encantam, me paralisam, me provocam, me enlouquecem, me seduzem...
como teus beijos vindos além do horizonte, do infinito, chegando até mim, porque se foram???...

o tempo continua a avançar, não tenho tempo de pensar em nada, somente em ti, tão distante, as brumas há muito se foram, deixando-me mergulhado num mar de nostagia e ao mesmo tempo de esperança...
pois sinto uma brisa suave, terna, serena anunciando o anoitecer por vir...

um plenilúnio começa a desfilar imponente,  sublime, misterioso...
minhas brumas retornam para completar este momento mágico, voltando a envolverem-me
renovando minhas forças, sinto embora ainda distante que tu voltarás, um aviso, pois nestas brumas misteriosas e envolventes te espero e então, estaremos juntos a contemplar a eternidade...








flickr.com

sábado, 15 de outubro de 2011

Ao mestre com carinho - The master with love

Ou mestre, ou professor, ou educador, três palavras, três significados: educar, ensinar, valorizar...
palavras que tangem no infinito diante de suas inúmeras contribuições para a sociedade...
vocês, mestres que lapidam os conhecimentos com que viemos de nossos lares...
mestres, professores, educadores, vocês são nossos segundos pais e mães por tudo que representam deixando raizes em nossas vidas...

volto-me ao passado nesta data tão especial....
quantas manhãs, tardes, noites, não importanto se com sol, com chuva, calor, frio, com ou sem luar e estrelas no céu, tantos anos, tantas lembranças que ecoam agora e sempre....
estavam sempre me esperando com o senso de dever a cumprir, com amor, com profissionalismo, com dedicação...
transformando meninos, meninas, jovens e adultos aptos para o pleno exercicio da cidadania para engrandecer nossa pátria...

mestres, hoje nesta data tão especial, recordemos os inúmeros momentos...
alegres, as vezes tristes também, mas sempre ali, tuas presenças, teus apoios, teus carinhos...
nossas vitórias ao atingirmos nossos objetivos no caminho foram tuas vitórias...

contemplar teus sorrisos, tuas lágrimas, teus cumprimentos, teus abraços, teus conselhos...
foram a certeza de que tudo valeu a pena, minhas felicidades  foram tuas felicidades com a sensação do dever cumprido...
a vocês meus professores, a minha gratidão, o meu carinho, os anos passarão, mas os valores, os conhecimentos, as convivências ecoarão na eternidade...







fabiofonseca.com




FELIZ DIA DOS PROFESSORES

A GRATIDÃO PELOS ENSINAMENTOS TRANSMITIDOS

SONETO DE HOMENAGEM POR ROBERTO ALVES DA SILVA

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

É primavera - It´s Spring

Observo um imenso véu infinito salpicado de estrelas cintilando harmoniosas, graciosas, longínquas...
um plenilúnio desfila com tua aura de mistérios, encantos, magia envolto as nuvens...
tons etéreos começam a dançar ainda que lentamente, gradativamente anunciando a aurora com vésper...
sinto uma brisa suave, morna, serena como um beijo e uma caricia tão distantes que atingem as profundezas de minha alma...

o brilho do astro rei cuja intensidade cada vez maior são mágicos e sublimes...
o plenilúnio insiste ficar para presenciar o espetáculo por vir...
os passaros intensificam suas harmoniosas e encantadoras melodias e com teus voos conferem a graciosidade e a beleza deste momento mágico, inesquecível...
a brisa da manhã sopra envolvendo as arvores que balançam graciosamente como se sentissem abraços e ternuras de alguem tão distante...

é primavera...
um novo tempo, um novo momento, um recomeço...
tempo de contemplar, sorrir, sonhar, acreditar, amar...

é primavera...
a abençoar a todos com tua beleza infinita e eterna...
é primavera, hoje e eternamente, com tua magia e encantos, nos faz renascer novamente...













fotos by Roberto Silva
30ª Expoflora - Holambra - SP


FELIZ PRIMAVERA

domingo, 21 de agosto de 2011

Araraquara - Morada do Sol - Araraquara - Home of the Sun

As estrelas ainda cintilam na abóbada celeste, harmoniosas, sublimes, misteriosas, infinitas...
a madrugada avança, um plenilúnio brilha majestosamente com tua magia...
tons avermelhados e vésper lentamente anunciam a aurora no horizonte distante...
o astro rei começa a brilhar gradativamente, o plenilúnio insiste em ficar para saudá-lo...

as arvores balançam graciosas e suavemente sob a brisa da  manhã...
em harmonia com o canto e voo dos pássaros...
uma cidade progressista, dinâmica, envolvente, desperta gradativamente, lentamente, um novo dia...
Tu és Araraquara, a morada do sol, de tantas, tantas histórias...

Uma cidade que nasceu sob olhar dos pioneiros liderados por Pedro José Neto...
no distante ano de 1817, tanto, tanto, tanto tempo.... distante, mas inesquecível pelas gerações...
lentamente, naturalmente, gradativamente crescia sob a força do café, da laranja e posteriomente na indústria...

cujos teus filhos com orgulho pelas gerações honram tua terra...
Araraquara de teus filhos sob o brilho do sol e o calor e dedicação de teu povo...
estarás eternamente dentro de nossos corações...




FELIZ ANIVERSARIO ARARAQUARA
SONETO EM HOMENAGEM AOS 194 ANOS DA MORADA DO SOL
POR ROBERTO ALVES DA SILVA



uma vista de Araraquara ao anoitecer na rodovia Washington Luiz
foto do autor





Igreja Matriz de São Bento
neste local iniciou-se a história araraquarense....
a igreja é considerada o cartão postal da cidade

foto do autor

sábado, 13 de agosto de 2011

Pai - Father

Pai...
três letras simples, singelas, puras, mas que representam uma infinidade de sentimentos e significados...
Pai, que me contemplastes quando era frágil e delicado, estavas ali...
que me ensinastes os primeiros gestos, os primeiros sorrisos, os primeiros olhares, as primeiras palavras, e descobrir o mundo ao redor...

Pai, tuas mãos e teus braços estavam ali de prontidão, impedindo minha quedas...
mas as vezes sofria quedas, sentia a força de teu amparo, tua segurança, teu carinho...
que acompanhastes meu crescimento, mas, muitas vezes fostes enérgico...
mas sempre desejastes o melhor para mim, ainda que exigistes sacrificios, mas tinha razão...

o tempo passou, mas, diante das inúmeras adversidades da vida...
tua presença, tua experiência, tua sabedoria, são imprescindíveis para mim, chorastes comigo nas minhas derrotas, mas vibrastes muito em minhas conquistas...
Pai, todos os dias de minha vida, estou sempre aprendendo algo novo contigo...

Pai...
nesta data tão especial, reverenciemos aquele que nos legou a sabedoria e a experiência...
hoje contemplo o brilho do sol e as estrelas cintilando no infinito, pois tua presença ecoarás eternamente em nossos corações... obrigado por tudo Pai...


FELIZ DIA DOS PAIS
soneto do autor em homenagem ao dia dos Pais









maryantunesdemorais.blogspot.com

domingo, 31 de julho de 2011

Amanhece, penso somente em você - Dawns, I think only you...

pensativo, meditando, contemplando, refletindo, assim estou...
contemplo as estrelas que cintilam graciosamente, tão distantes no infinito como dissessem-me algo..
o plenilúnio desfila no manto negro e infinito com tua aura de mistérios e magia...
saudades tocam as profundezas de minha alma carente, cujo motor pulsa apertado e contrito...

sinto-me carente, contrito, angustiado, deprimido, pois você não estás comigo agora...
a brisa suave da madrugada me cerca e envolve-me, invadindo as profundezas de minha alma que clama por você aonde quer que estejas...
sentado num banco desta praça erma e silenciosa, contemplo o espetáculo por vir, um privilégio...
tons fogosos e etéreos anunciam a aurora, o manto negro vai-se aos poucos partindo, mas o plenilúnio insiste ficar...

o silêncio em torno de mim é substituído pelas melodias harmoniosas dos passaros que começam a cantar e voar, contemplo-os... serenamente...
os raios do astro rei aumentam tua intensidade banhando as arvores a minha volta dando um toque de magia e ao mesmo tempo, uma esperança...
banha minha alma saudosa e carente de você, é um recomeço...

o tempo passa, por mim já desfilaram todas as amarguras e incertezas...
a brisa suave da manhã envolve-me como se fossem  teus abraços, tuas caricias, teus beijos... embora tão distante estás, mas chegam até a mim....
regozijo-me, esperançoso, quero recomeçar novamente, estarei aqui a te esperar e reescrever nossa história eternamente, por isso penso somente em você...








foto do autor
amanhecer na Praça São José - Araraquara - SP

sábado, 2 de julho de 2011

Crescente - Growing

O ocaso desfila em tons fogosos, etéreos no horizonte longínquo...
uma brisa fria, misteriosa começa a soprar atingindo as profundezas de minha alma carente...
a noite chega, no véu negro e imenso, infinito, as estrelas cintilam graciosas e harmonicas...
mistérios, magia, a noite chegou e parece abracar-me, envolver-me, a brisa fria me faz pensar em algo para aquecer meu coração e minha alma angustiada...

ahhh esta noite, embora muita fria, és bela, és sublime, és um encanto...
contemplo a abóbada, as estrelas cintilam cada vez mais, intensamente, algo está sendo escrito, mensageiras...
sim, falta-me algo, algo que liberte minha alma aprisionada e o coração que chora, que suspira de saudade..., falta-me você... razão de meu viver...
as horas avançam, a madrugada chegou...

observo um crescente que surge no véu infinito como resposta aos meus pensamentos, aos meus devaneios, a minha espera...
ahhhh este crescente, te contemplo, suspiro, penso em você e em teu calor.... aqueço-me...
teu contorno no véu lembra-me a tua formosura... um bálsamo começa atingir as profundezas de minha alma...

a saudade que me atormentava vai-se embora... começo a sorrir...
observo este crescente e esqueço a solidão e o frio que me angustiavam, meu coração pulsa aceleradamente, regozijo-me... renasço...
a aurora se aproxima, os passaros em breve começarão a harmonia de teus cantos, a brisa fria vai-se embora com a tristeza, pois estou esperançoso, penso em você mais que qualquer outra coisa, voltarás, eu sei, o crescente fica no céu, com tua magia, uma certeza, que estarei contigo novamente... renascerei...









taro.alaz.net

sábado, 25 de junho de 2011

Louvai ao Senhor - Praise the Lord

Senhor, meu Senhor, dai-me forças para superar as adversidades da vida, os espinhos que tanto nos machucam as vezes...
dai-me a serenidade para distinguir entre a certeza e a incerteza que sempre nos acompanham...
dai-me a sabedoria para discernir com tua luz os momentos de alegria e os momentos dificeis, a aceitar com resignação o que eu posso não posso mudar e o que posso de acordo com tua vontade...
dai-me a humildade nas conquistas que eu obtiver, livra-me da soberba e do orgulho...
dai-me forças para reerguer-me quando eu estiver em queda, estendo tuas maõs a ti...

olho para os céus, tua luz que me iluminas e atinges meu coração...
abra-o com esperança, banhas minha alma angustiada, contrita, deprimida com teu bálsamo...
minha alma é fortalecida, renasce com tua luz, esperança, harmonia, serenidade, tranquilidade, paz...
as sombras que permeavam a minha volta se vão, levanto-me pois sinto tua presença...

levanto meus braços até então aquebrantados, agora aliviados, felizes em louvor a ti Senhor...
meu coração regozija-se serenamente em harmonia com tua luz, minha alma está cheia de amor, de fé, de esperança...
renasço, levanto-me com forças, meus lábios mostram meu sorriso depois de muito tempo, minhas mãos estão sob meu coração para agradecer para louvar a ti Senhor, meu coração é para ti...

neste momento Senhor, lembro-me de tuas palavras de sabedoria, de teus ensinamentos...
estarei  sempre convosco, o céu e a terra passarão, mas minhas palavras não passarão...
vindes até a mim e estarei contigo até a eternidade... obrigado Senhor...






foto do autor - imagem da 63ª edição Corpus Christi na cidade de Matão - SP  em 23/06/2011




"um hino sobe aos céus, aclamam as criaturas, o que Deus criou, seja louvado nas alturas..."

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Somente você - Only you

Ahhhh este frio que me atormenta, me sufoca, as vezes me entristece, me deprime...
deixas as profundezas de minha alma envolta em brumas nebulosas, taciturnas, enigmáticas...
contemplo o ocaso fogoso, etéreo a desfilar harmoniosamente no horizonte longínquo...
sinto o vento gélido a querer me abraçar, me envolver, dominar-me, preciso de você, penso somente em você...

observo o cintilar das estrelas no infinito e o plenilúnio reinar majestosamente envolto em mistérios e magia, sublime, penso em algo, penso somente em você...
o frio aumenta, a saudade atormenta...
meu coração pulsa aceleradamente, enlouquecido, contrito,  minha alma angustiada chora de saudade...
nesta solidão que parece não ter fim, busco forças a pensar somente em você, para aquecer meu coração angustiado...

as vezes pergunto-me, questiono-me, busco respostas, um sentido, um significado, uma compreensão...
para esta agonia, esta melancolia, esta tristeza, esta incerteza que envolvem-me e insistem permanecerem...
deixando-me afogado num mar de saudades e arrependimento, pela minha insensatez, errei e quero teu perdão, para libertar-me deste turbilhão, somente você... razão de meu viver...

as noites nunca mais foram as mesmas depois que partistes...
o tempo passa, o que passou passou, a madrugada avança, o frio e a solidão me sufocam cada vez mais...
esperançoso olho para as estrelas e sinto tuas palavras enviadas a mim, o luar e como o balsamo para minha alma contrita, renasço, suspiro e sinto que voltarás, juntos estaremos a contemplar a magia escrita nas estrelas, te amarei eternamente, somente você...











chamasdapaixão.com

sábado, 11 de junho de 2011

A primeira vez - The first time

A primeira vez...
quando nos encontramos, paramos, nos observamos, nossos olhares se cruzaram, era a primeira vez...
assim começastes, tentei resistir, você tentastes ficar a principio indiferente, mas era o destino se entrelaçando...
era a primeira vez, nossas almas estavam num turbilhão,nossos corações pulsavam aceleradamente, assim começou nossa história, nossa paixão, nosso amor....

nossas almas e corações, do turbilhão, unem-se  como um bálsamo suave, delicado, sublime...
sensação única, etérea, mágica como a brisa do anoitecer abençoado pelo luar e o brilho das estrelas...
teus encantos, além de minha imaginação, tua ternura, teus gestos, tua formosura...
eras você que chegastes e transformastes minha vida, desde a primeira vez...

tento relembrar agora o nosso primeiro olhar, nosso primeiro abraço, nosso primeiro beijo...
penso na brisa do amanhecer, as flores em meu jardim delicadas como ti, como teu sorriso, teus olhos, teus cabelos, teus abraços, teus beijos...
assim fostes nosso primeiro alvorecer, nossos momentos iniciais, perco a noção do tempo, nada me importa, a não ser você, como tudo começou, naquela primeira vez...

o tempo passa, o entardecer desfila no horizonte tão etéreo como nossa paixão...
a brisa do anoitecer sopra, o luar gracioso e misterioso envolto em nuvens espreita, as estrelas piscam harmoniosamente...
eu e você, abençoados estejamos contemplamos juntos esta magia, este espetáculo, hoje e ecoes eternamente, desde aquela primeira vez...






lucianabispos.blogspot.com



FELIZ DIA DOS NAMORADOS
homenagem do autor Roberto Alves da Silva

amor ecoes na eternidade

domingo, 5 de junho de 2011

Pegadas na areia - Footprints in the sand

As estrelas cintilam no céu infinito salpicando em diversas cores como se dissessem-me algo...
o plenilúnio imenso desfila com tua magia e mistério deixando um véu sublime e gracioso na imensidão do mar...
a brisa suave da madrugada sopra em direção a praia....
tênues clarões avermelhados, fogosos, etéreos anunciam o amanhecer por vir...

contemplo as brumas etéreas e fogosas no distante horizonte em sintonia com o plenilúnio que insiste ficar, a espreitar...
absorto com as profundezas de minha alma, caminho lentamente pelas areias, a buscar compreensão, explicação, reflexão, meditação...
o astro rei começa a brilhar, gaivotas, albatrozes, mergulhões, voam pelo céu, impondo tuas melodias em sintonia com a dança das ondas no mar infinito...
é um lindo dia, céu azul, sublime, diante do espetáculo, minha alma sente tua falta, quer me levar para o horizonte distante...

caminho pelas areias sem parar, admirando o mar imenso e infinito, sinto a tua brisa morna, distante...
como se ti estivesse-me enviando beijos e abraços além do horizonte e imensidão do mar...
a saudade deixa-me, a brisa é meu bálsamo, minha alma renasce e começo a sorrir, acreditar, sonhar...

caminhando por estas areias deixo minhas pegadas como se fossem palavras....
de que tudo o que sinto por você neste momento... o meu amor, além do horizonte e o céu infinito...
contemplo as pegadas, sei que no horizonte distante, em outras areias tu caminhas e deixas tuas pegadas, que serão transformadas em brisa que chegarão até a mim e então estaremos juntos, além do infinito e para a eternidade...









vanessafurlani.blogspot.com

sábado, 28 de maio de 2011

Olhos nos olhos - Eye to eye

Você surgistes da imensidão, do infinito, repentinamente...
surgistes com teus olhos profundos, envolventes, penetrantes, provocantes...
fixastes teus olhos em meus olhos, a querer desvendar-me....
mergulhastes nas profundezas de minha alma com esses olhos...

esses olhos belos, singelos, angelicais, como a imensidão do céu azul ou do mar?... enigmáticos, bucólicos...
a querer me abraçar, me envolver, me entrelaçar, me faz suspirar de êxtase... enlouqueço...
olhos misteriosos com um plenilúnio envolto em nuvens no ceu estrelado...
sinto-me a alcançar as estrelas, voar além do infinito...

olhos doces, ternos, suaves, encanto divino....
ao olhar nos teus olhos um bálsamo envolve-me e acaricia a minha alma...
alivia o calor de meu coração que pulsa enlouquecidamente, sem parar...

não pude deixar de te olhar, tentei resistir, não consegui...
teus olhos me hiptonizam, me paralisam completamente...
só resta entregar-me aos teus encantos, unir nossos olhos e escrever este ato sublime nas estrelas além do infinito, na eternidade...










sentimentosamizadeamor.loveblog.com.br

sábado, 21 de maio de 2011

Uma noite, um luar, magia, sonho... - One night, moonlight, magic, dream...

A tarde vai terminando lentamente, um ocaso desfila envolto num turbilhão etéreo e fogoso...
uma brisa morna sopra envolvendo-me até as profundezas da alma...
as primeiras estrelas começam a cintilar timidamente, lentamente, naturalmente...
a noite chega sorrateira, ligeira, envolvente, misteriosa...

o véu negro cobre o céu infinito salpicado de estrelas graciosas, mensageiras, eternas...
envolto nas nuvens que insistiram ficar para contemplar o momento...
observo um luar surgir, plenilúnio, misterioso, sedutor, provocador, desafiador...
a brisa morna torna-se suave, como um bálsamo em meus pensamentos...

penso em você, e em mais nada, nada me importa, somente você me importa...
quero sentir novamente o mel adocicado em teus lábios carnudos, tentadores, enlouquecedores...
teus carinhos, teus abraços, tua ternura, sentir o calor de ti...

a saudade destas inúmeras noites atormenta-me, deixa-me afogado num mar de desilusão e agonia...
olho novamente para o luar, as estrelas, estendo meus braços, liberto-me voo para o infinito...
em busca de você, e juntos, a recomeçar a magia, o sonho, escrever nas estrelas com a benção do luar nosso amor a ecoar eternamente..







atequenfim.wordpress.com

domingo, 15 de maio de 2011

Noites de Inverno - Winter Nights

O ocaso desfila graciosamente, lentamente no longinquo horizonte...
envolto num turbilhão de tons avermelhados, fogosos, etéreos...
pela imensidão das colinas verdejantes, a brisa fria do anoitecer, aumenta, intensifica...
as primeiras estrelas começam a cintilar, timidamente, lentamente, naturalmente...

a noite chega, um plenilúnio surge a principio, timido, agiganta-se com tua aura de magia e mistérios...
as estrelas no infinito intensificam teus brilhos, sublime harmonia...
incontáveis, eternas, assim como foram as nossas inúmeras noites...
a noite avança, o frio intensifica, um vento gélido sopra sem parar, como fossem teus suspiros longinquos, não penso em outra coisa...

as profundezas de minha alma estão envoltas num turbilhão...
meu coração chora, não aguenta, não suporta, não aceita tanta saudade de ti, que me aquecias com teu amor e carinho...
aonde estejas neste momento, sinto o calor vindo de longe, esqueço o frio e a solidão...

a madrugada avança, as horas correm, não posso voltar para trás, perco a noção do tempo...
a aurora começa a dançar majestosamente no horizonte...
recomeço, esperança, na proxima noite estarei contigo além de minha alma e coração, quero sentir o calor e o carinho de ti, para aquecer nestas noites de inverno, e nosso amor a ecoar eternamente...








marcosepoesia.wordpress.com

sábado, 7 de maio de 2011

Mãe eternamente - Mother ever

Mãe, três letras, tão simples, tão singelas, mas significando algo imenso, infinito, eterno...
ser mãe é uma experiência gratificante, envolvente, uma dávida de Deus...
mãe, que desde teu ventre vês florescendo a semente e a harmonia de uma nova vida...
com carinho, com amor, com ternura, com felicidade, com temperança, com orgulho...

mãe, que nos ensina aos poucos a descobrir e desvendar o mundo ao redor com segurança...
mãe que leva-nos a descobrir e conhecer as primeiras palavras, os primeiros gestos...
mãe que estendes teus braços com afeto, guiando nossos primeiros passos, dando-nos a confiança...
mãe que nos acompanha, que nos observa, que nos contempla, que nos admira, que nos incentiva...

mãe, estás sempre presente...
chorando e nos confortando em nossos momentos dificeis, nunca nos abandona, sempre presente...
mãe que sorri em nossas vitórias, em nossas conquistas, sempre presente...

mãe, tua presença em nossas vidas é marcante, é gratificante, é contagiante, é vibrante... és única...
 mãe é admira-la e respeita-la, como admiramos as manhãs, o brilho do sol e o céu, as noites, o luar, o brilho das estrelas no infinito...
não importa o momento, o que importa, é que tu ecoas eternamente em nossos corações, obrigado mãe...






blog.cancaonova.com




HOMENAGEM DE ROBERTO ALVES DA SILVA
PARA TODAS AS MÃES, ELAS SÃO ETERNAS E TEM A NOSSA GRATIDÃO
FELIZ DIA DAS MÃES

sábado, 30 de abril de 2011

Teu olhar, teu sorriso, teus encantos - Your look, your smile, your charms

Ahhh você, com teu olhar, teu sorriso, teus encantos...
do nada, além de minha imaginação, do infinito, envolta numa aura de mistérios assim surgistes...
teus olhos profundos, serenos, envolventes, misteriosos, pareciam enxergar as profundezas de minha alma...
teu sorriso contagiante, sublime, cujos lábios carnudos etéreos e doces como favo de mel, irresistíveis...

Ahhh você, com teu olhar, teu sorriso, teus encantos...
teus cabelos longos, pareciam envolver-me profundamente como a brisa do anoitecer...
teu corpo moreno, delicado, suave, provocante, emanando um calor como um entardecer e um sublime ocaso nos confins do horizonte, suspiro....
tentei resistir, não consegui, as entranhas de minha alma apaixonada necessitam de um bálsamo suave, delicado, de ternura, preciso de você...

Ahhh você, com teu olhar, teu sorriso, teus encantos...
quero e necessito estar junto contigo, a contemplarmos o plenilúnio majestoso e o brilho das estrelas no infinito...
onde nosso amor está escrito e ecoando na eternidade...








poesiacarinho.blogspot.com

domingo, 17 de abril de 2011

Prece ao Pai - Prayer to the father

Senhor, meu Pai que estás nos céus e teu filho que a nós viestes...
dai-me forças para superar as vicissitudes da vida e teus espinhos...
dai-me sabedoria para discernir entre o correto e o incorreto...
dai-me paz ao meu coração e minha alma, tua benção és o meu bálsamo, alivia e conforta...

Senhor, meu Pai que estás nos céus e teu filho que a nós viestes...
ensina-me a ser justo, perseverante, honesto, sincero, íntegro...
ensina-me a perdoar os que me magoaram, me caluniaram, me injuriaram para que eu possa ser também perdoado...
ensina-me a ser caridoso, estender as mãos, abraçar e confortar os que mais necessitam...

Senhor, meu Pai que estás nos céus e teu filho que a nós viestes...
que eu possa admirar, contemplar, respeitar, meditar, acreditar...
toda tua obra, os céus, os pássaros, as árvores, as flores e teu perfume,  a brisa suave do amanhecer e anoitecer,os rios, as montanhas, os animais, tua infinita sabedoria...

Senhor, meu Pai que estás nos céus e teu filho que a nós viestes...
olho para o céu, fecho meus olhos e sinto as tuas presenças, agradeço...
por tudo, por estar aqui, fazer parte de tua familia hoje e para a eternidade, amém...






escritosmp3.wordpress.com


"... bem aventurados os que choram, porque eles serão consolados..."
O Sermão da Montanha

Que a paz de nosso Senhor esteja com todos nós...

pelo autor Roberto Silva em reflexão a Semana da Paixão e Ressureição de nosso Senhor Jesus Cristo

Preciso de você - Need you

O ocaso desfila graciosamente no horizonte distante...
tons etéreos lembram-me o calor de uma paixão distante no tempo...
as estrelas começam a cintilar no infinito, sopra uma brisa suave e envolvente...
um plenilúnio majestoso, sublime, sedutor, encantador, provocador impera, magia...

é uma noite a desafiar as fronteiras de minha imaginação e da sedução...
você, sim você, levaste-me as fronteiras da loucura, do êxtase...
teus cabelos longos, que me envolvem e  esvoaçam sob o brilho das estrelas e do luar...
teus olhos desafiadores, sedutores, envolventes que paralisam-me pelo encanto...

teu corpo moreno, quente, envolvente, provocante, me enlouquece, me faz suspirar...
tua boca doce e suave, abre as fronteiras de nossa paixão...
somente eu e você, juntos a contemplar o céu, o infinito, as estrelas cintilam por nós com a benção do luar...

razão de meu viver, juntos abraçados, não vemos o tempo passar...
a noite parece não ter fim, a magia de nosso amor ecoa na madrugada...
pouco importa, esqueço tudo, penso somente em você, por isso eu preciso de você....







littebia.blogger.com.br

quarta-feira, 13 de abril de 2011

O beija flor e a rosa - The hummingbird and rose

Tons avermelhados, fogosos, etéreos desfilam no céu, anunciando a aurora...
lentamente, naturalmente, os raios do rei vão surgindo...
sinto uma brisa suave, de tão longinqua, com tua magia envolve me até as profundezas da alma...
o céu está azul, límpido, observo o plenilúnio que insiste ficar como querer a observar algo...

seria uma manhã radiante, harmônica, sublime...
olho para meu jardim com tuas roseiras, razão de minha vida, assim como você...
balançam suavemente, delicadamente, graciosamente...
ainda úmidas da brisa da madrugada, teus perfumes, um encanto, irresistíveis, sedutores...

os pássaros sobrevoam o céu, alguns insistem ficar nas árvores...
as melodias harmoniosas, sublimes, graciosas, mágicas imperam ao redor, sinto a nostalgia...
tão irresistíveis, tão sedutoras, tão encantadoras, minhas amadas roseiras, como você...

um gracioso beija flor delicado e sublime, não resiste aos teus encantos, como um olhar sedutor...
e como você estivesse me observando, me contemplando, me admirando, refletindo...
não resiste, assim como não resisti aos teus encantos, queria ser este beija flor a beijar esta rosa que é você, amor de minha vida eternamente...









nelmezzodelcammin.blogspot.com

domingo, 10 de abril de 2011

Dance comigo - Dance with me

É noite, uma brisa suave envolve-nos com tua  magia atingindo as profundezas de nossas almas...
as estrelas cintilam harmonicamente impondo tons coloridos como holofotes no céu infinito...
o plenilúnio dourado lembra-me um favo de mel adocicado, irresistível...
eu e você, somente nós, a contemplarmos a harmonia e o cenário sublime, etéreo...

você com teus cabelos negros, provocadores na brisa morna e serena desta noite...
teus olhos castanhos, profundos, envolventes, penetrantes, misteriosos, me encaram...
tua boca carnuda, quente, doce, irresístivel, deixa-me como uma abelha enlouquecida...
teu corpo moreno, esbelto, suave, delicado, perfumado, me faz suspirar de paixão...

olho nos teus olhos, você sorri para mim...
aproximo-me, te abraço, sinto o calor de teu abraço e teu corpo, sinto a tua respiração...
teus lábios transmitem-me a tua sensualidade,  enlouquece-me cada vez mais...

juntos nos abracemos cada vez mais, quero dançar, quero esquecer todas as amarguras e incertezas..
as horas passam, nossa dança atravessa a madrugada, as estrelas intensificam teus brilhos...
o luar fica cada vez mais dourado e doce, juntos continuemos a dançar sem parar, como almas apaixonadas eternamente...








conversasemoff.wordpress.com

sábado, 9 de abril de 2011

Encontros e desencontros - And dissagreements

Você que surgistes em minha vida como uma névoa misteriosa e envolvente...
as vezes quente e morna como a brisa do anoitecer de verão..
as vezes fria e suave como a brisa do anoitecer do outono...
um encanto, um mistério, um enigma, um desafio...

para minha alma e coração extasiados de paixão...
sim, você levaste-me as profundezas da minha alma enlouquecida e extasiada...
não posso ficar um segundo, um minuto, uma hora, um tempo, sem você...
nossos encontros seram sublimes, etéreos, com a lua no céu e o brilho das estrelas, estavas escrito...

mas um dia,você deixou-me, deixastes-me porque?
tudo tão sombrio, névoas de mistérios, enigmas, nebuloso, confuso, estou taciturno, angustiado...
assim ocorrestes um desencontro, como almas em sentidos opostos, desavenças, incompreensões...

queria recomeçar tudo novamente, apagar e desfazer todas as incertezas e amarguras...
olho para o céu, o luar envolto em nuvens, misterioso, sentindo a brisa suave da madrugada...
sentindo tuas caricias e beijos tão distantes, um sinal, nos encontraremos novamente, eternamente...






br.olhares.com


Tormento na alma - Torment the soul

O poente no horizonte longínquo anuncia o anoitecer...
tons avermelhados, quentes, fortes como fogo de uma paixão arrebatadora desfilam no céu...
uma brisa suave e envolvente atinge as profundezas de minha alma...
as estrelas começam a cintilar, o plenilúnio reina, a noite chega com sua plenitude e mistérios...

contemplo a imensidão do céu e tento contar as estrelas no infinito...
cada estrela com um momento de alegria, magia, harmonia, entre eu e ti...
o tempo passa, o passado já se foi há muito tempo, é presente e a tristeza e amargura me cercam...
minha alma chora de angustia, saudade, solidão, incerteza, melancolia... nebulosa estás...

sinto-me afogado nesta desilusão, incompreensão, negação...
estás minha alma atormentada, nada pode curar tuas feridas que sangram assim como o coração...
se não você, meu amor, minha vida, minha razão de viver...

o tempo passa, a madrugada avança e parte, o amanhecer chega..
juntamente com o briho do sol, o perfume suave e delicado das flores no meu jardim...
os passaros cantam e voam, as arvores balançam, penso em você e num recomeço, para eternidade...







blogpoesiaflordavida.blogspot.com

sábado, 2 de abril de 2011

Manhãs de Outono - Fall mornings

É madrugada! as horas avançam, as estrelas cintilam graciosamente no infinito...
um plenilúnio soberano impõe tua magia e encanto sublimes, numa aura de misterios no céu...
um vento gélido me envolve, atinge as profundezas de minha alma...
parece querer atenuar o calor intenso de meu coração apaixonado, nostálgico, ansioso, taciturno...

tênues clarões no horizonte anunciam a aurora...
os primeiros raios do rei impõem um contraste harmonico o calor diante do frio e névoa imperantes...
assim como estão meus pensamentos num turbilhão, o plenilúnio fica para contemplar o céu azul...
como dois amantes a se contemplarem em silêncio harmônico, almas vibrantes, extasiantes...

as árvores balançam levemente com o vento gélido, as folhas caem aos poucos ao solo, outras voam..
levando a você tão distante, os meus beijos ,abraços quentes e o suspiro de minha alma..
sinto tua falta, preciso tanto, tanto, de você, agora distante, mas sei que pensas em mim...

os pássaros impõem tuas melodias, o frio diminui, o calor aumenta, intensifica...
assim, meu coração e as profundezas da minha alma regozijam, esperançosos...
ao contemplar esta manhã radiante, estou a tua espera para que nosso amor ecoe eternamente...









jeffersonworldtrip.blogspot.com

domingo, 27 de março de 2011

Um luar para a eternidade - A moon for eternity

Nas imensas campinas verdejantes, além dos campos de minha terra..
o ocaso  vai surgindo lentamente, naturalmente, gradativamente, espontaneamente...
em seus tons avermelhados, etéreos,  como brumas quentes e misteriosas...
as primeiras estrelas começam a cintilar no céu, o crepúsculo começa a imperar...

sinto uma brisa suave, mas tão longinqua, atingindo as profundezas de minha alma...
tão envolvente, tão suave, tão delicada como um abraço ou beijo de uma diva eterna...
no céu neste momento um plenilúnio  timido surge, aos poucos ganha força e imponência...
é hora de teu reinado, envolto nas nuvens intensas com aura de magia e mistérios...

Ahhhh este luar tão penetrante, tão extasiante, tão magnifico, tão sublime...
iluminas com intensidade as campinas como um bálsamo suave e envolvente em harmonia...
contemplo-o, medito, reflito, porém num profundo silêncio...

obra graciosa, penso em você, e juntos a contemplar esta magia, a esquecer todas as amarguras e incertezas...
a estares junto comigo e voaremos a este luar em busca da paz, da harmonia, da serenidade, do amor...
estarei junto contigo, neste luar, com o calor de teus abraços e beijos ecoando na eternidade...









paulinhapoeta.blogspot.com

sexta-feira, 25 de março de 2011

Uma rosa para você - A rose for you

As estrelas cintilam delicadamente no céu além do infinito...
o plenilúnio desfila envolto nas nuvens intensas transformando-o num elemento misterioso e sublime..
nesta noite mágica sinto a brisa suave, morna, envolvente, cativante, estimulante, provocante...
de tão longínqua vem esta brisa como um beijo ou um abraço de um amor etéreo...

contemplo os clarões da aurora que chegam lentamente, parece não querer interromper esta magia...
mas vésper dá seu toque de magia com seu brilho intenso no horizonte...
o astro rei surge com teus clarões etéreos, sagazes e envolventes...
sinto meu coração e minha alma extasiados, meu sorriso vem a tona quando penso em você...

contemplo a magia divina da natureza ao redor e teus encantos...
e vejo em meu jardim com o orvalho da madrugada as rosas tão delicadas, suaves, graciosas...
penso somente em você, com uma saudade imensa, a razão de meu viver...

você, paixão eterna de minha vida, uma rosa que renasce todas as manhãs com o brilho da aurora...
abençoada com a brisa perfumada do amanhecer e do calor do entardecer como duas almas amantes...
para você, uma rosa, para que ecoe na eternidade...








menssamor.blogspot.com

domingo, 20 de março de 2011

Desejo saber, somente - Wonder, only

Você sim, você que conquistastes e levastes meu coração a beira da fronteira da loucura...
com teus olhos castanhos como jabuticabas doces, penetrantes, envolventes, misteriosos...
com teus longos cabelos negros, esvoaçantes , suaves como a brisa do anoitecer...
com teu sorriso, e lábio carnudo, sedutores,  como o favo do mel, sinto-me uma abelha louca...

com teu jeito de ser, mulher, envolvente, irresístivel...
com teu corpo moreno, quente, como o sol que se põe no horizonte distante deixando um suspiro...
e traços de tua magia e sedução...
és a razão de meu viver, sim você...

penso toda hora em ti, mas pressinto algo diferente em ti...
não sinto o calor de teus abraços envolventes, aconchegantes, bálsamo de minha alma apaixonada...
meu coração não pulsa como antes, parece que chora de amagura e saudade...

serás que estou enganado? equivocado? contrito? imaginando coisas sem sentido?
por isso eu desejo saber, somente o que fiz, onde errei, quero redimir-me, quero seu perdão...
por você lhe darei o céu e as estrelas, onde nosso amor ecoa na eternidade...







mensagensvirtuais.xpg.com.br

domingo, 13 de março de 2011

Manhã de domingo - Sunday morning

Ainda é noite, a madrugada avança, uma chuva insiste em continuar...
o tempo passa, a saudade atormenta...
a chuva cessa, as estrelas com tua magia voltam a cintilar no infinito...
vesper aparece em sintonia  com tons avermelhados no nascente tão longínquo...

os primeiros clarões do rei abraçam as plantas e as árvores umidas...
como um abraço envolvente, quente, provocante, estimulante, contagiante, penetrante...
contemplo serenamente, chega ao meu coração saudoso e as profundezas de minha alma...
é manhã de verão, é domingo,  momento de esquecer todas as incertezas e incompreensões..

a brisa morna e envolvente da manhã impõe tua magia...
os pássaros e tuas melodias saúdam a manhã, convidando-me para admirar a beleza e harmonia...
minha alma diz, sorrias, um novo dia começou, um novo recomeço...

olho a imensidão do céu limpido, reflito, penso, medito, contemplo, admiro, suspiro...
penso somente em ti, desejo que a brisa da manhã leve a ti o meu grande amor por você...
embora distante, sinto que recebes, pois estás comigo a contemplar esta bela manhã de domingo...








presentededeus.wordpress.com

sexta-feira, 11 de março de 2011

Montanha Sagrada - Sacred Mountain

Perdido em pensamentos estavas, sozinho, refletindo sobre a vida, buscando respostas...
é uma noite gélida, olho para as estrelas, contemplo-as serenamente...
o plenílúnio distante, dourado, provocante e doce como um beijo de um amor distante...
impõe sua majestosa harmonia, chegando as profundezas de minha alma contrita e carente...

Tons avermelhados, começam a dançar graciosamente anunciando a aurora...
o astro rei vai chegando timidamente, o plenilúnio insiste ficar no céu...
calor e frio se opõem, sinto uma brisa suave, delicada, distante vindo da montanha sagrada...
 a luminosidade mostra tua beleza, teu encanto, contemplo-a silenciosamente, respeitosamente...

Montanha sagrada, graciosa, bela, bucólica, encantadora...
admiro serenamente tua beleza cativante, emocionante, vibrante, sublime...
sinto algo diferente dentro de mim neste momento...

Montanha sagrada, emociono-me...
vejo as cerejeiras balançando delicadamente, harmonicamente, caprichosamente na brisa matutina...
sinto meu coração leve e forte e minha alma sendo banhada por um bálsamo, paz, além do infinito...







downloads.open4group.com


DEDICO ESTE SONETO AO POVO JAPONÊS COM MUITO CARINHO PELO MOMENTO DIFICIL QUE ATRAVESSA.

segunda-feira, 7 de março de 2011

Mulher - Woman

Mulher...
seis letras transmitindo uma infinidade de palavras,  penso neste infinito, somente em você mulher...
és amiga, és encanto, és meiga, és admirada, és respeitada, és de orgulho, és de carinho...
é amar e ser amada, nos ensina tanto nos mistérios e profundezas do amor, sim, somente você mulher...

Mulher...
é ser mãe, contemplando a semente de uma nova vida que esta por vir...
com afeto, com carinho, com orgulho, com amor....
sim, somente você mulher....

Mulher...
é ser companheira, é ser confidente, presente nos momentos alegres e dificeis, somente você mulher...
és de garra, és determinada, és de superação, és persistente, és trabalhadora, somente você mulher...

Mulher...
em tua alma e coração, de inúmeras maneiras, você mulher...
és um encanto, maior que o amanhecer ou entardecer, brilhas tua estrela no infinito, somente você mulher...

FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER

HOMENAGEM DE ROBERTO ALVES DA SILVA
PARA TODAS AS MULHERES,
ELAS SÃO MARAVILHOSAS E MERECEM NOSSO RESPEITO E CARINHO....







cdigital.com.br

domingo, 6 de março de 2011

Tua máscara, teus mistérios - Your mask, your mysteries

Tua máscara, teus mistérios...
ahhh você, com tua magia, teus encantos, teus mistérios...
teus olhos quentes e provocadores, arrebatadores, sedutores, enlouquecedores...
tua boca carnuda e doce como o favo do mel, sorridente, tão misteriosa atrás desta máscara...

Tua máscara, teus mistérios...
teu corpo suave, delicado, sublime como a névoa do amanhecer...
tua sensualidade, etérea me seduz, me provoca...
detrás desta máscara misteriosa, envolvente, estimulante, provocante...

Tua máscara, teus mistérios...
ao te abraçar, esqueço as colombinas, os arlequins e os pierrôs...
e a magia do carnaval, você é simplesmente a minha magia...

Tua máscara, teus mistérios...
esqueço tudo, penso somente em desvendá-la, decifrá-la...
pois estás encoberta por esta máscara e teus mistérios...







luizberto.com

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Além do Horizonte - Beyond the horizon

Além do horizonte...
contemplo a brisa suave do amanhecer surgindo tão longínquo, lentamente, gradativamente...
cuja suavidade e serenidade atingem as profundezas de minha alma nostálgica...
assim estou, saudoso de ti...

Além do horizonte...
tão distante, tão longínquo, os raios do astro rei transmitem uma energia que renasço, recomeço...
tirando-me do turbilhão em que estavas e parecia não ter fim nunca...
com uma saudade intensa que me atormenta...

Além do horizonte...
vejo as gaivotas e albatrozes voando delicadamente, caprichosamente na imensidão do mar...
mensageiros alados, contemplo-os esperançoso...

Além do horizonte...
levem minha saudade, minha esperança mensageiros...
pois estou a te esperar meu amor, eternamente, além do horizonte...








olhares.aeiou.pt
Rui Monteiro

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Encanto - Charm

Ahhh você com teus encantos...
teus cabelos morenos, longos, ternos, suaves como a brisa do amanhecer que chega...
teus olhos envolventes, profundos, sedutores, provocadores...
tua boca carnuda, provocante, doce, irresistivel, sinto-me como uma abelha enlouquecida...

Ahhh você com teus encantos...
com teu sorriso contagiante, cativante, encantador...
com teu corpo moreno, suave, quente como o entardecer no horizonte...
leva-me as fronteiras da loucura, do desespero, não vivo sem ti...

Ahhh você com teus encantos...
não consigo viver sem ti, minha alma fica angustiada e contrita sem você por perto...
lhe darei o brilho do sol e das estrelas, mas preciso muito de você...

Ahhh você com teus encantos...
tu que cruzastes meu caminho, com tua aura de misterios e magia...
por teus encantos farei tudo , por nosso amor ecoando no infinito com as estrelas eternamente...







culturamix.com

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Mais uma vez - Again

Mais uma vez...
nos olhamos, nos contemplamos, nos refletimos, nos questionamos..
novamente tem-se a incompreensão, a decepção, a negação...
mais uma vez nos iludimos, entramos em desatino...

Mais uma vez...
ameaças me deixar, fazendo meu coração ficar extremamente apertado, sufocado...
que atinges os confins de minha alma angustiada e contrita...
sim, fostes culpa minha mais uma vez...

Mais uma vez...
teu coração te sufoca, minha alma chora de saudade...
imploro-lhe por favor, me compreendas, me perdoe, você é a razão de meu viver...

Mais uma vez...
você volta, nos contemplamos novamente, nos abraçamos, nos beijamos, nos amamos mais uma vez..
 mais uma vez estamos unidos e olhamos para as estrelas onde nosso amor esta escrito eternamente...






pansell.tumblr.com

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Teus olhos - Your eyes

Ahhhh estes teus olhos...
sublimes, serenos, suaves como a brisa envolvente do amanhecer...
contemplá-los é como olhar para um céu irradiante, cheio de energia...
e meditar sobre nosso amor, quando tudo começou há tanto, tanto, tempo...

Ahhhh estes teus olhos...
envolventes, misteriosos, quentes, arrebatadores...
que me hipotnizam, que me seduzem, que me enlouquecem...
tuas janelas da alma transmitem uma serenidade tão profunda, tão tocante entorpecendo meus pensamentos...

Ahhhh estes teus olhos...
que insistem em me observar, me encarar, me conquistar, me seduzir...
envoltos numa aura de mistérios e magia que não consigo resistir, tentei, mas não consegui...

Ahhhh estes teus olhos...
que insistem em me encantar, me fascinar, me cativar, me enlouquecer...
contemplá-los é como sentir o brilho das estrelas e nosso amor ecoando na eternidade...





fersi.dl

Eu necessito saber - I need to know

Tu que surgistes em minha vida, sim, eras você...
que transformastes minha vida, que me dera uma razão para viver, acreditar, sonhar novamente...
um motivo para olhar a ternura e beleza de nosso amor, sim, eras você...
eras a razão de meu viver, as manhãs e as noites eram inesquecíveis com você...

Agora contemplo a solidão em minha volta, somente o silêncio, nenhum sinal de ti...
teus olhos, teu sorriso, tua meiguice, teus beijos, teus abraços...
a saudade de tocar teus cabelos esvoaçantes e suaves como a brisa matutina...
são o bálsamo de minha alma amargurada que chora de saudade...

me deixastes contrito, solitário, triste, deprimido, de coração vazio...
partistes não me dando uma chance para que redimistes perante a ti...
fostes embora, mas senti em teu olhar algo enigmático...

me observavas tão profundamente, que me fez acreditar que nada terminastes...
por isso, penso em ti toda hora, todo o tempo possível, não acabou...
eu necessito saber se ainda me amas, voltes e juntos contemplaremos as estrelas e o infinito...








golfinhofofolindoperfeito.tumblr.com

domingo, 16 de janeiro de 2011

As estrelas - The Stars

Ahhh estas estrelas...
vejo o anoitecer chegar juntamente com uma brisa suave e serena...
que atinge as profundezas de minha alma nostálgica...
deito na relva para contemplar serenamente o plenilúnio e teu reinado sublime iniciar...

Ahhh estas estrelas...
que aparecem aos poucos, gradativamente, lentamente, vão surgindo em números maiores...
de todos os brilhos, de todas as formas e tamanhos, incontáveis, infinitas...
assim são as estrelas, que me dizem, que me transmitem tanta coisa, me fazem refletir...

Ahhh estas estrelas...
de cores frias, suaves, ternas, como uma paixão que há muito esquecida, distante...
deixando minha alma amargurada e contrita e meu coração a pulsar lentamente como se chorasse...

Ahhh estas estrelas...
de cores quentes, envolventes, penetrantes, estimulantes, provocantes...
prefiro estas, pois recorda em mim nosso amor tórrido escrito no céu, além do infinito, por estrelas...







downloads.open4group.com

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Ondas infinitas - Endless waves

Ahhh essas ondas infinitas...
contemplo a imensidão do mar, tão longínquo, tão distante, sinto a brisa suave do amanhecer...
juntamente com o voo harmonioso e caprichoso das gaviotas e dos albatrozes...
serenamente, contemplo-os em silêncio, reflito, penso, medito...

Ahhh essas ondas infinitas...
essas ondas vindas de tão longe, do infinito...
que chegam diretamente a mim como se fossem abraços suaves e ternos de ti...
sinto-os tão fortemente, tão envolventes que chegam as profundezas de minha alma apaixonada...

Ahhh essas ondas infinitas...
o tempo passa, mas o meu amor por ti é infinito...
 com essas ondas e o poente longinquo chegam a mim com a brisa morna de um amor envolvente...

Ahhh essas ondas infinitas...
o anoitecer lentamente chega, as estrelas começam a cintilar em sintonia com a brisa suave...
essas ondas infinitas cada vez mais suaves como um beijo e um amor ecoando na eternidade...








downloads.open4group.com

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Uma noite para a eternidade - A night for eternity

é entardecer, sinto uma brisa morna e serena...
vindas das imensas ondas do mar infinito, além do horizonte...
onde o astro rei vai se despedindo, caprichosamente, lentamente...
as primeiras estrelas começam a cintilar...

cujos brilhos intensificam-se cada vez mais...
um plenilúnio envolvente, misterioso, provocante, estimulante...
impõe sua aura de mistérios e magia...
perfeito, sublime, extasiante...

assim contemplo esta beleza, esta magia, este sonho...
pois tu estas comigo, como uma brisa suave e terna, chegando as profundezas de minha alma...
era você que chegastes, sim era você...

somente eu e você, contemplamos, admiramos, suspiramos, encantamos...
nesta noite que parece jamais terminar...
pois ecoas na eternidade assim como em minha alma e coração, nosso amor infinito...







cancaodeamor.zip.net