Sonetos eternamente....

Olá !!! sejam bem vindos ao meu blog que abrangerá diversas composições de sonetos sobre alegria, melancolia, natureza, cotidiano, temas históricos e principalmente amar, essência do ser humano ; escritos com alma e coração, deixe seu comentário, critica ou sugestão. Obrigado pela visita , estarei sempre esperando por vocês... Abraços :))







terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Acreditar - Believe

Acreditar...
é olhar para o céu com tênues tons avermelhados e alaranjados...
observar as estrelas ainda cintilando, vésper brilhar lentamente, naturalmente, intensamente...
contemplar a brisa suave da manhã e o brilho intenso do astro rei...

Acreditar...
é admirar os ipês na primavera balançando majestosamente com a brisa da manhã como um abraço...
é admirar o voo e ouvir o canto dos pássaros com tuas sublimes melodias...
é saudar o dia que se inicia com um sorriso, com energia, com disposição, com otimismo...

Acreditar...
pois um novo dia recomeça, dando-nos uma nova oportunidade....
durante trezentos e sessenta e cinco dias, faça sol, faça chuva, faça frio, faça calor, não importa...

Acreditar...
é perdoar, é amar, é abraçar, é refletir, é sorrir, é sonhar...
embora as vezes implica chorar, amuar, seja dificil, mas a beleza da vida nos faz acreditar sempre...






quatroenergias.com




"A vida é constituída de erros, acertos, compreensões, incompreensões, alegrias, tristezas, enfim
um eterno aprendizado..."

"se hoje teves um dia atribulado e dificil, acredite, nada acontece por acaso, são designios do Pai que nos amadurece perante a vida..."

"pois a vida é uma dávida de Deus..."

Roberto Alves da Silva



Happy New Year - Feliz Ano Novo com muita paz, saúde, amor, fraternidade entre as pessoas e os povos.. 


domingo, 19 de dezembro de 2010

Noite Feliz - Happy Night

Noite feliz...
Domini, olho para o infinito estrelado, uma estrela dentre inúmeras brilha intensamente...
anunciando tua chegada neste mundo...
nascestes num estábulo, de forma simples, em Belém da Judéia, mas serias grandessíssimo...

Noite feliz...
viestes a este mundo gentio para nos guiar no caminho da verdade...
da justiça, da sabedoria, da perseverança, da humildade...
da esperança, da fé, da misericórdia, do perdão, do diálogo, do amor, assim viestes...

Noite feliz...
Domini, neste mundo atribulado, mas que existe tanta coisa maravilhosa obra do Pai...
dai-nos forças para superar nossas atribulações e que agradeçamos tudo o que conseguimos...

Noite feliz...
Domini, tu viestes nos abençoar e salvar os que mais necessitam de ti...
assim estejais sempre em nossos corações infinitamente, eternamente...






F E L I Z   N A T A L


cybertic.net

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Estarei - Am

Estarei...
eu afogado num mar de agonia, de desilusão, de decepção, de negação???
com a alma e o coração numa tristeza, numa melancolia, numa amargura???
  deixastes-me num limbo de incompreensão, sem razão, sem motivos, sem argumentos...

Estarei...
a contemplar vésper, a brisa suave da aurora balançando as árvores...
a melodia dos pássaros, o perfume das flores e o azul do céu infinito...
sinto nostalgia de teu olhar penetrante, teus abraços, tuas caricias, teus beijos, tua ternura...

Estarei...
a tentar compreender onde errei, porque atingimos esta desilusão, este fim...
não sei, não compreendo, não entendo, não aceito a olhar para a minha solidão....

Estarei...
a contemplar a brisa suave da noite, as estrelas, o sublime plenilúnio envolto nas nuvens em mistérios
pois não podemos separarmos, estarei a te esperar, pois voltarás, nosso amor é infinito, eterno...






paixaoeamor.com

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Vem para ficar comigo .... Comes to stay with me

Vem para ficar comigo...
Ahhhhh você com teus olhos angelicais e envolventes, teu sorriso arrebatador, sedutor...      
           teus cabelos esvoaçantes na brisa do amanhecer, teus lábios carnudos doces como favo de mel...
assim tu aparecestes, cruzastes meu caminho, quis o destino caprichoso e misterioso...

Vem para ficar comigo...
assim viestes, surgistes, transformastes minha vida repentinamente, inesperadamente...
agora mal consigo deixar de pensar em ti, fazendo meu coração e alma transbordarem...
de alegria, de paixão, de esperança, de renovação, assim com tu a vida será diferente...

Vem para ficar comigo...
farei tudo o que puder para que fiques comigo, tudo, tudo, tudo...
não poderei à partir de agora, jamais viver sem você...

Vem para ficar comigo...
pois lhe mostrarei a aurora, o canto dos pássaros e a brisa suave do amanhecer...     
                     como o anoitecer quente e morno, as estrelas brilhando, o plenilúnio, pois tu viestes ficar comigo, eternamente....









tradebit.com

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Outra vez... Again ...

Ahhh outra vez...
tu que me dissestes que cansastes de mim, de nossos desentendimentos e incompreensões...
tu que não suportastes toda  amargura, toda  ingratidão, toda decepção, toda negação...
outra vez nos separamos, nos afastamos, seguimos rumos opostos...

Ahhh outra vez...
meu coração e as profundezas de minha alma estão num turbilhão...
envoltos em névoas de mistérios, sombras, redemoinhos, uma tormenta sem fim..
me sinto contrito, afogado num mar de desilusão, de decepção, de incompreensão...

Ahhh outra vez...
volto a me questionar, a tentar compreender aonde foi que eu errei...
fiz tudo, tudo, tudo que podias, não compreendestes, não enxergastes, não refletistes...

Ahhh outra vez...
ansioso, esperançoso, assim estou, contemplo o anoitecer, o plenilúnio, as estrelas e o infinito...
pois sei que nosso amor é eterno, é infinito e maior que o brilho das estrelas...








portocultura.com.br

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Tua formosura - Your beauty

Ahhh esta tua formosura...
que saúda e interage harmoniosamente como um abraço suave a névoa do amanhecer...
que contemplas caprichosamente vésper no nascente longínquo, com tua pureza, com tua delicadeza..
e aos primeiros raios do rei cerca-se de uma aura de mistérios e magia...

Ahhh esta tua formosura...
em sintonia com o calor morno e a brisa suave das manhãs primaveris balanças caprichosamente...
transmitindo teu perfume sedutor, encantador, arrebatador, provocador, enlouquecedor...
tornando-a irresístivel aos beija flores e as abelhas...

Ahhh esta tua formosura...
com tua simplicidade, com teus encantos, com teus fascínios, com tua inocência...
tão bela, tão pura, tão suave, tão cativante, tão envolvente, tão divina...

Ahhh esta tua formosura...
contemplo-a e não sei que direi de tuas folhas suaves, delicadas, ternas, etéreas...
és uma obra inigualável do Pai, és infinita, és eterna...





"... olhai os lírios do campo, não tecem, não fiam e nem Salomão em sua glória se vestiu como um deles..."

fragmento da obra "Olhai os lírios do campo, de Érico Veríssimo"

photo courtesy by Maribel Santos

domingo, 28 de novembro de 2010

Quando você se foi - When you're gone

Quando você se foi...
me deixastes afogado, desesperado num mar de amargura e solidão...
fizestes minha alma ficar envolta num turbilhão sem fim...
me entristecestes, fazendo meu coração sangrar gota por gota como lágrimas de eternas saudades...

Quando você se foi...
olho para o redor e vejo somente a nostalgia dos bons tempos que há muito já se foram...
quando sorrias, me olhavas, me abraçavas, me beijavas...
eras como um bálsamo para minha alma e coração, eras única...

Quando você se foi...
agora tento seguir em frente, mas o coração ainda pulsa no passado...
assim como a alma atormentada, contrita, enlouquecida de saudade, de tristeza, de incerteza...

Quando você se foi...
ficou somente a incompreensão, a interrogação, a decepção, a negação...
agora nada mais me importa, olho para as estrelas e o infinito, guiando-me pelo caminho...









carol-nigurashi.tumblr.com


domingo, 14 de novembro de 2010

Misterios, sombras e névoas - Mysterious, shadows and mists

Ahhhh mistérios, sombras, névoas...
tu que cruzastes meu caminho me fascinando, me seduzindo, me envolvendo, me enlouquecendo...
com teu olhar penetrante como uma luz mágica percorrendo o infinito...
com tua boca quente como um ocaso no horizonte e doce como um favo de mel...

Ahhhh mistérios, sombras, névoas...
com teu corpo divino, envolvente em névoas de magia arrebatadora...
com teus cabelos longos que esvoaçam como uma brisa morna e suave do anoitecer...
singela, perfeita, pura, encantadora, arrebatadora, sedutora...

Ahhh mistérios, sombras, névoas...
algo que não consigo explicar, compreender, não consegui resistir, tentei...
cujo magnetismo é tão profundo, tão etéreo, tão sublime...

Ahhh mistérios, sombras, névoas...
tão bela, tão pura, tão magnifica como o luar e o brilho das estrelas...
envolta em mistérios, sombras, névoas hoje e infinitamente em minha alma e coração...












morena-sampa.zip.net

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Somente lembranças - Only memories

Somente lembranças...
vejo o amanhecer surgindo com tons avermelhados, mornos..
o plenilúnio está envolto em brumas de mistérios, enigmas, desafiadores...
em harmonia com a brisa suave que chega as profundezas da minha alma como um bálsamo...

Somente lembranças...
o sol começa a brilhar majestoso, sublime, imponente, encantador...
a vida recomeça novamente, as árvores balançam com a brisa, os pássaros cantam...
impondo a harmonia majestosa, sublime, encantadora, o concerto da natureza começou...

Somente lembranças...
ao contemplar estas maravilhas vem-me a nostalgia, a saudade dos entes queridos...
que já partiram há tanto, tanto, tanto tempo...

Somente lembranças...
a brisa suave do anoitecer anuncia o plenilúnio e o brilho das estrelas no infinito...
 Deus me envia a mensagem: estaremos juntos em breve em outra vida, pois o amor e o carinho são eternos e infinito...



homenagem do autor ao dia de Finados, um dia para lembrar daqueles que partiram e que nos esperam, não é o fim, é uma transição...
Quem crer em mim, viverá para sempre...
Jesus...









flickr.com

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Um sonho de verão - A summer dream

Ahhhh este sonho de verão...
cujo céu com tons avermelhados, etéreos,  com a brisa suave da madrugada que se vai...
com a estrela d'alva saudando a aurora se aproximando...
e a imensidão do mar a contemplar o espetáculo por vir...

Ahhhh este sonho de verão...
o sol sobe a pino, as folhas das palmeiras dançam ao capricho da brisa...
as gaivotas planam harmonicamente, majestosamente, naturalmente...
em sintonia com a obra mais do que perfeita, magnifica...

Ahhhh este sonho de verão...
as horas passam, o sol se dirige ao poente espontaneamente, caprichosamente...
deixando nas águas serenas e ternas do mar um caminho longínquo, infinito, além de meus sonhos...

Ahhhh este sonho de verão...
as estrelas brilham, o plenilúnio sublime impera, acompanhado da brisa suave do anoitecer...
tudo perfeito, magnifico, obra divina, eterna, além do infinito...










www.feriasbrasil.com.br

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Primavera - Spring

Ahhhh primavera...
quanta alegria, quanta harmonia, quanta sintonia, quanta fantasia...
os tons suaves da aurora dançam caprichosamente no céu...
os pássaros nas árvores impõem as melodias contrastantes de teus cantos majestosos...

Ahhhh primavera...
o astro rei aparece com teus raios quentes, envolventes, sublimes...
em conjunção com a brisa suave e o perfumes dos ipês majestosos...
cuja simplicidade, naturalidade chegam aos confins de minha alma...

Ahhhh primavera...
é sorrir, é acreditar, é cantar, é vibrar, é amar...
com esta obra majestosa, sublime, inigualável do Pai que estás nos céus...

Ahhh primavera...
o sol  desce no poente, as estrelas cintiliam, o plenilúnio envolto nas nuvens impõe teus mistérios...
juntamente com a brisa suave do anoitecer transmitindo uma paz e serenidade, eternamente...











akademiadamente.com

domingo, 17 de outubro de 2010

Inverno - Winter

Tons avermelhados começam a dançar caprichosamente no céu...
algumas estrelas ainda cintilam e o plenilúnio reina imponentemente...
vésper começa a brilhar intensamente...
para anunciar o astro rei...

astro rei, serás que vais atenuar estes ventos gélidos cortantes da madrugada?...
tão cortantes que chegam as entranhas de minha alma...
sinto que conforme vais subindo, o frio aumenta, a saudade me atormenta...
as árvores desfolhadas parecem clamar por algo nostálgico, sim eu sei, falta algo...

olho para o céu azul, límpido, lindo, harmonioso, imenso...
o astro rei chega ao clímax, aquecendo-me um pouco de minha alma amargurada...
mas começa a dirigir-se para o poente longínquo e desaparecer lentamente, caprichosamente....

as estrelas voltam a cintilar, lentamente, com a intensidade aumentando aos poucos...
o plenilúnio volta a reinar, o frio volta também, mas minha alma está aquecida...
pois ao contemplar as estrelas e o plenilúnio sinto um calor envolvente ao pensar em ti...










panoramio.com


Outuno - Autumn

Ahhh este outono...
que as vezes me atormenta, me sufoca, me enlouquece, me entristece...
cujos ventos gélidos, uivantes, cortantes, contrastantes...
chegam as profundezas de minha alma amargurada, contrita...

Ahhh este outono...
quando vejo estes ventos gélidos vindo com força, tanta força, as vezes descomunal...
balançando as árvores, desfolhando-as, sem dó, nem piedade...
levando-as a mercê de teus caprichos, teus desejos, sinto falta de algo...

Ahhh este outono...
sinto a saudade de ti, de teus abraços, de tuas carícias, teus beijos quentes...
tudo, sinto falta de você, tu partistes como uma folha levada pelo vento, deixando-me triste...

Ahhh este outono...
quisera eu, pudesse contemplá-las tuas noites gélidas, estreladas, teu plenilúnio sublime...
cujo magnetismo aquece meu coração angustiado tendo a certeza que tu voltarás, definitivamente, eternamente...










guiadica.net

sábado, 16 de outubro de 2010

As rosas me dizem... - Roses they tell me...

As rosas me dizem...
estou na tua tristeza, na tua amargura, na tua solidão, aqui estou...
estou nos teus momentos ansiosos, esperançosos, alegres, felizes, aqui estou...
estarei contigo nos grandes dilemas de tua vida... nunca te abandonarei...

As rosas me dizem...
sou frágil, sou delicada, sou pura, sou suave, sou forte...
sou inocente, sou simples, sou encantadora, sou sedutora...
estarei contigo em tua alma e coração, não te deixarei...

As rosas me dizem...
ahhhh você me contempla, me admira, suspira, expira, transpira como num grande amor...
estarei contigo tanto nas tuas derrotas como nas tuas vitórias....

As rosas me dizem...
ao sentir meu perfume é sentir as profundezas da alma sendo banhadas com um bálsamo...
estarei contigo infinitamente, eternamente...










cabeloebeleza.com.br


quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Aos namorados - The lovers

Tudo começa com uma obra caprichosa do destino...
uma piscadela, um olhar 43, um sorriso, uma gentileza, um contratempo...
as vezes uma profunda amizade que se fortalece e amadurece gerando uma semente...
chamada amor, iniciando-se uma caminhada de auto conhecimento...

Namorar...
é contemplar o luar e o brilho das estrelas cintilando extasiamente, naturalmente...
é sentir a brisa da madrugada atenuar a chama de uma paixão arrebatadora...
é cantar, é abraçar e se beijar na chuva agarradinhos a molhar e suavizar a alma...

Namorar...
é as vezes "ficar de mal de ti", mas...
faz a chama que palpita nos apertar na alma e voltarmos ainda mais apaixonados...

Namorar...
é olhos nos olhos, ver as janelas da alma e dizer...
eu te amo eternamente, infinitamente...



homenagem do autor ao dia dos namorados...


"Conhece-te a ti mesmo..."
Sócrates













Olhos azuis - Blue eyes

Ahhh estes olhos azuis...
tão ternos, tão serenos, tão suaves, tão puros..
cujos tons divinos levam-me a voar pela imensidão dos céus...
tão longínquos, tão longínquos, além de minha imaginação...

Ahhh estes olhos azuis...
envoltos em brumas de mistérios como as névoas suaves do amanhecer...
tão penetrantes, tão envolventes, tão sedutores, tão arrebatadores...
tão irresístiveis, tão cativantes, tão enlouquecedores...

Ahhh estes olhos azuis...
ao contemplá-los percebo pela tua beleza infinita...
atingir as profundezas de minha alma...

Ahhh estes olhos azuis...
não consigo deixar de contemplá-los, por mais que tento, me esforço, não consigo...
pois tua beleza estás além do brilho das estrelas, além do infinito...









terça-feira, 12 de outubro de 2010

Olhos castanhos - Brown eyes

Ahhh estes olhos castanhos...
tão profundos, tão penetrantes, tão envolventes, tão provocantes...
tão suaves e tão ternos como a brisa do amanhecer...
assim são as janelas de tua alma angelical...

Ahhh estes olhos castanhos...
tão mornos, tão quentes, tão etéreos...
que transmitem e irradiam as chamas de uma paixão arrebatadora, enlouquecedora...
tão brilhantes e quentes como os raios do sol chegando as profundezas de minha alma...

Ahhh estes olhos castanhos...
tão irresístiveis, tão majestosos, tão sublimes...
cujas profundezas me envolvem como as brumas de um anoitecer misterioso...

Ahhh estes olhos castanhos...
tão brilhantes e longínquos como as estrelas e misteriosos como um plenilúnio envolto em nuvens...
assim o são, infinitamente, eternamente...








boaforma.abril.com.br

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Olhos verdes - Green eyes

 Ahhh esses olhos verdes tão belos...
tão magnificos, tão envolventes, tão profundos, tão angelicais...
tão sublimes, tão misteriosos como a névoa da aurora que chega...
quisera eu pudesse olhá-los mais uma vez...

Ahhh esses olhos verdes que me encantam...
és uma jóia esmeraldina intensa como o brilho de uma estrela...
que me faz suspirar pela naturalidade, pela tranquilidade, pela suavidade...
quisera eu pudesse olhá-los mais uma vez...

Ahhh esses olhos verdes que me fascinam...
tão divinos cuja saudade de vê-los atormenta-me cada segundo, cada minuto, cada hora...
quisera eu pudesse olhá-los mais uma vez...

Ahhh esses olhos verdes que me enlouquecem...
cujo olhar é simplesmente sedutor, encantador, enlouquecedor...
quisera eu pudesse olhá-los eternamente...








flickr.com 

Olhos cor de mel - Honey - colored eyes

Eram olhos cor de mel...
envolventes e profundos como um abraço apaixonado...
provocantes como o calor de teu corpo...
suaves como a brisa do mar...

Eram olhos cor de mel..
que brilham intensamente como uma estrela d'alva...
que exaltam a tua ternura, teu amor, tua meiguice...
que expressam as janelas de tua alma...

Eram olhos cor de mel...
tão magnificos, tão maravilhosos, tão angelicais...
que expressam uma paixão arrebatadora, incontrolada, irresistível...

Eram olhos cor de mel...
tão doces como um favo de mel, tão penetrantes, tão envolventes...
que não resisti, pois são divinos e eternos...









paixãoeamor.com


domingo, 10 de outubro de 2010

Aos mestres com carinho - To teachers with affection

Aos mestres com carinho...
vocês que me ensinaram as primeiras linhas, as primeiras cores, as primeiras palavras...
suas mãos apoiando as minhas em sua inabalável paciência, delicadeza, amor...
assim começastes o longo caminho na minha vida escolar...

Aos mestres com carinho...
me levaram a descobrir, a conhecer, a admirar, a respeitar, a valorizar...
as infinitas e incontáveis fontes do saber humano...
me mostrar o que é certo, o que é errado, mas sempre estiveram ao meu lado...

Aos mestres com carinho...
algumas vezes enérgicos nas minhas fraquezas, sempre me apoiavam, e estavam presentes nas conquistas...
quisestes sempre o melhor para mim...

Aos mestres com carinho...
os anos passam, na minha memoria todos vocês são maiores que o brilho do sol e das estrelas...
é ficar eternamente em nossos corações...



um soneto de gratidão a todos os meus professores de minha vida, obrigado por tudo...









illuminare.pro.br


Ser criança - Be a child

Ser criança...
ahhhh que nostalgia, quanta saudade destes tempos de criança que não voltam mais...
é brincar, é pular, é correr, é gritar, é sorrir, é acreditar, é chorar de tristeza e de alegria...
é ter a pureza e a inocência na alma e no coração...

Ser criança...
é viver num mundo de sonhos e fantasias...
sonhar com o possível e o impossível, o real e o irreal...
mas quem diz que criança vive somente num mundo de fantasia?...

Ser criança...
é ensinar aos mais velhos uma das maiores virtudes do ser humano, obra de Deus...
a honestidade, dizer sempre a verdade ainda que seja dificil as vezes...

Ser criança...
é amar e ser amada, é doar e receber, é compartilhar...
sou criança em minha alma e coração, infinitamente, eternamente...


homenagem do autor a obra maravilhosa de Deus: as crianças...










imagensbiblicas.wordpress.com



quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Renascer - Revive - Resucitar

É noite... É madrugada...
nas colinas áridas da Judéia uma brisa suave percorre-a...
as estrelas cintilam intensamente...
o plenilúnio brilha ao extremo...

Tu domini partistes após padecer por nós...
padecestes pelas incompreensões, injustiças, mentiras, ódios, violência...
carregastes todos os males deste mundo gentio e insensível..
domini, tu nos deixastes órfãos de teu amor, de tua palavra, de tua fé...

as estrelas vão se despedindo, tons avermelhados abraçam o céu e saúdam a aurora..
vésper brilha timidamente, lentamente...
aos poucos seu brilho aumenta gradativamente, aceleradamente...

amanhece e a saudade de ti, domini, só aumenta..
o astro rei brilha, os pássaros cantam nas arvores, a vida renasce naturalmente...
a paz esteja convosco, tu domini assim, renascestes em nossos corações eternamente...











terça-feira, 5 de outubro de 2010

Estrela Nostálgica - Star Nostalgic

Era uma madrugada..
fria, diferente, desestimulante, triste..
no céu observei melancólico as estrelas cintilando e um crescente...
como se fosse um coração partido...

assim estavam as entranhas de minha alma...
as horas passavam, a madrugada avançava, a nostalgia aumentava...
e o crescente insistia em ficar no céu...
como se quisesse amargurar-me ainda mais meu coração contrito...

meu amor havia partido há muito tempo deixando-me amargurado, deprimido, solitário....
amargurado estava quando tênues clarões da aurora estavam surgindo...
eis que algo diferente começou a desafiar aquele crescente que tanto me amargurava...

uma estrela começava a brilhar timidamente...
gradativamente, espontaneamente, seu brilho foi aumentando intensamente...
fazendo-me esquecer minha amargura e lembrar-me de meu amor por você...









segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Liberdade - Libertad - Freedom

Liberdade..
olho para o mar longínquo, longínquo...
vejo o astro rei com seu brilho se despedir mansamente, caprichosamente...
deixando um rastro de tons avermelhados como um tapete no infinito...

Liberdade...
as estrelas começam a cintilar timidamente, calmamente..
aos poucos seus brilhos se intensificam com a força do plenilúnio que surge...
envolto em nuvens que insistem em cobrir sua magia misteriosa e envolvente...

Liberdade..
olho para o céu e o infinito, a madrugada e sua brisa avançam anunciando a aurora..
não consigo deixar de pensar em ti, a saudade me atormenta...

Liberdade...
sinto minha alma aprisionada na amargura e solidão...
o astro rei brilha, fugir me ei desta tormenta como Ícaro em busca de ti e do infinito...









deemfreitas.webnode.com


domingo, 3 de outubro de 2010

Crepúsculo extasiante - Dusk ecstatic

Era um casal apaixonado amando-se intensamente na relva úmida da madrugada...
enquanto no céu um plenilúnio brilhava intensamente assim como as estrelas...
que com a magia de teus brilhos energizavam cada vez mais aquele momento tão íntimo...
tanto que aumentava espontaneamente, intensamente, loucamente...

era o prenúncio de algo novo que estava surgindo...
enquanto o plenilúnio subia e sua energia diminuia as estrelas brilhavam intensamente...
mas tênues  tons avermelhados e alaranjados  preparavam o caminho...
para a gênese de um crepúsculo...

cuja magia de teus tênues brilhos irradiavam uma nova energia...
intensificando cada vez aquele momento intimo, envolvente, quente, aconchegante...
transformando-o num amor arrebatador que parecia não ter fim...

mas este crepúsculo anunciava a aurora...
aquela paixão terminaria momentaneamente, provisoriamente...
para aumentar extasiamente, intensamente, loucamente, no próximo crepúsculo...






flickriver.com

Anoitecer - Nightfall

Olho para o horizonte longínquo...
lentamente, naturalmente, caprichosamente o astro rei se esconde..
em meio as brumas das nuvens que o envolve...
e no turbilhão dos tons avermelhados...

como um abraço quente, misterioso, envolvente, profundo...
eis que uma brisa suave começa a percorrer meu corpo..
como se quisesse atenuar o calor de minha alma...
mas não cessa, pois a saudade me atormenta, me sufoca...

as estrelas começam a cintilar lentamente, gradativamente...
cujos brilhos vão aumentando rapidamente, extasiamente...
pois um plenilúnio surge com intensidade...

tamanho o brilho que com sua magia encantadora, sedutora...
começa a fazer meu coração a bater aceleradamente, loucamente..
pelo meu amor infinito, eterno por ti...









Entardecer - Dusk

Era um dia ensolarado de verão nas campinas...
o sol brilha a pino no céu aquecendo-a intensamente...
aos poucos, gradativamente, naturalmente...
vai iniciando a jornada para o poente no horizonte...

vejo todo o verde brilhar intensamente e sentir o calor das gramíneas...
como um calor de uma paixão arrebatadorra, encantadora, enlouquecedora...
que me faz suspirar pela nostalgia daquele momento...
tão fascinante, tão único, tão especial, tão belo...

tênues tons avermelhados começam a dançar caprichosamente no céu....
sinto o calor aumentar nas entranhas de minha alma...
aumentando cada vez mais, mais....

que me leva ao êxtase da saudade por ti...
o astro rei se despede, sinto a brisa suave do anoitecer chegando...
como se quisesse aliviar a saudade do calor por ti meu amor...






expedicaoparquesnacionais.com.br

Amanhecer - Dawn

Perdido em pensamentos estavas...
quando lentamente os clarões da aurora despontam..
vésper brilha intensamente, extasiamente no nascente...
aos poucos o astro rei surge lentamente, gradativamente, espontaneamente...

a brisa suave da madrugada lentamente vai extinguindo-se...
o calor morno dos raios aos poucos vão se impondo...
que me faz lembrar de um amor há muito, muito, muito tempo..
despertando-me a nostalgia daquele momento único...

os pássaros cantam nas árvores impondo suas melodias harmoniosas...
lentamente a vida vai ressurgindo, renascendo, recompondo...
como o começo de uma nova vida, um novo tempo, uma nova esperança...

que me faz pensar, sorrir, acreditar, sonhar...
que devo deixar a nostalgia, a tristeza, a amargura de lado...
e seguir em frente, renascer, recomeçar, reerguer-me, sem medo de ser feliz...








baixaki.com.br


sábado, 2 de outubro de 2010

Verdes Bucólicos - Bucolic green

Verdes bucólicos...
quando olho para a imensidão das colinas, das serras, das montanhas...
tão distantes, tão longínquas, tão infinitas...
me faz suspirar por um amor, uma vontade de amar e ser amado...

Verdes bucólicos...
quando vejo o sol subindo na imensidão do céu irradiando seu calor e energia...
quando vejo as árvores balançando na brisa suave da manhã...
e os pássaros cantando e voando me traz uma paz e serenidade imensa...

Verdes bucólicos...
quando vejo o infinito tão imenso só penso em algo...
uma paz de espírito como duas almas amantes no êxtase...

Verdes bucólicos...
paz, muita paz, suavidade, tranquilidade, tudo em harmonia...
assim como deve ser um amor eterno e infinito...







ultradownloads.uol.com.br


sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Ninfa Amazônica - Nymph Amazon

Era um entardecer magnifico, sublime, bucólico...
nas ribeirinhas do imenso Amazonas..
com o verde exuberante e imenso de tuas matas e mangues...
e cantos de inúmeros pássaros, sons estridentes e suaves de tua fauna...

o sol lentamente, gradativamente, espontaneamente vai se pondo no horizonte...
eis que aos poucos a mata silencia com que por encanto...
pois una ninfa morena surge com o teu fascíno...
e sua beleza para banhar-se nas águas plácidas das ribeirinhas..

aqueles olhos castanhos, profundos e doces como uma jabuticaba...
aqueles cabelos negros e longos que esvoaçam de forma enfeitiçadora...
aquela boca carnuda e doce com um favo de mel...

aquele corpo moreno e quente como o calor do entardecer...
aquele sorriso tão suave que a mata silencia para ouvi-la...
silêncio total , pois tu és um capricho dos deuses, és eterna...








portalbrasil.net

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Saber viver - Savoir vivre

Saber viver é...
desafiar, superar as incertezas, as amarguras, as decepções, as dores...
que muitas vezes não queremos olhar, acreditar, assimilar...
atormentando, sufocando, apertando nossa alma e coração...

Saber viver é...
perdoar, ajudar, aliviar, estimular...
sorrir, chorar, reconfortar, vibrar, abraçar, beijar, amar...
reconhecer, valorizar, aceitar...

Saber viver é...
olhar para a natureza, ver a chuva, o sol, as estrelas, a lua...
admirar, respeitar os animais, as plantas, as árvores, os rios, as montanhas...

Saber viver é...
olhar para o céu, refletir, meditar e acima de tudo..
compreender que em tudo isto está a infinita sabedoria do Criador...










leydyday.spaces.live.com


Mulher - Woman

Mulher...
tu és singela, tu és pura, tu és carismática, tu és contagiante, tu és envolvente..
tu és de garra, tu és de persistência, tu és de perseverança...
tu és de ternura, tu és de caricias, tu és de meiguice, tu és de amor...

Mulher...
que não se entrega, que não se dá por vencida jamais..
que enfrenta as adversidades, as incertezas, os mistérios da vida...
tu és de superação...

Mulher...
tu és companheira sempre nos momentos dificeis e alegres...
tu és insubstituível, não vivo sem ti..

Mulher...
tu que acolhes com amor, carinho, ternura a semente de uma nova vida...
mulher eternamente...




  homenagem do autor ao dia internacional da mulher










lespramos.zip.net

Mulher tupiniquim - Woman tupiniquim

Mulher tupiniquim...
não posso viver sem ti jamais...
tu és de amor, tu és de garra, tu és de ternura, tu és provocante, tu és sensual..
ahhh mulher tupiniquim desta imensa terra tropical...

das ribeirinhas da Amazônia vejo os traços eternos de Iracema...
na aridez nordestina a labuta para sobreviver...
tu que desbravou o imenso planalto central...
sonhando com o futuro desta terra...

és industriária, comerciária, empresária, universitária enobrecendo esta terra...
que se banha no mar e me faz suspirar pelo teu corpo úmido e caliente...
tu que representas o Velho Mundo em pleno trópicos...

Mulher tupiniquim..
tu és universal, que me fascina, que me encanta, que me orgulha...
mulher tupiniquim eternamente...


homenagem do autor a mulher brasileira






manequim.abril.com.br


Meu pai eternamente... - Forever my father...

Meu pai eternamente...
tu que me vistes crescendo pouco a pouco, tu estavas ali comigo...
tu que me ensinastes os primeiros passos de braços abertos, os primeiros gestos, os teus carinhos..
tu que estendestes tuas mãos seguras e firmes não permitindo que eu caisse,  se eu caisse estavas ali...

Meu pai eternamente...
tu que sempre esteve ao meu lado, tanto nas alegrias, nas tristezas, nas derrotas e nas vitórias...
tu que me ensinastes os valores, as virtudes, o que é certo, o que é errado...
sempre pensando no melhor para mim, muitas vezes se esquecendo de ti...

Meu pai eternamente...
muitas vezes não se entendíamos, ficavámos em atrito...
mas era passageiro, pois logo estávamos abraçados e sorrindo, só querendo o melhor para mim..

Meu pai eternamente...
se cheguei aonde estou e onde quer que eu esteja...
tua presença é como o brilho das estrelas em meu coração e alma eternamente...




homenagem do autor a todos os pais





quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Ser mãe - Being a mother

Ser mãe...
é acolher com carinho a semente de uma nova vida..
é sorrir quando esta nova vida vem ao mundo..
é acariciar, é beijar, é contemplar com ternura tua criança que chegastes...

Ser mãe...
é cercar-se de todos os cuidados para que cresçamos fortes e sadios...
é ensinar os primeiros passos, as primeiras palavas, os primeiros gestos...
que ensina-nos a descobrir as maravilhas do mundo ao redor...

Ser mãe...
que as vezes corrige nossos erros para nosso bem...
que nos abraça fortemente, intensamente tanto nas derrotas como nas vitórias...

Ser mãe...
na sensação do dever cumprido é como olhar as estrelas brilhando intensamente...
é ser maior que o infinito, é ser eterna, obrigado mãe....


soneto composto em homenagem ao dia das mães









           



Não me deixes - Do not let me

Não me deixes...
por favor, não me deixes meu amor, não me deixes por favor...
no céu as estrelas no infinito cintilam extasiamente..
e o plenilúnio abençoa nosso amor...

Não me deixes...
vésper começa a anunciar a aurora..
tons avermelhados no céu longinquo dançam caprichosamente para o surgimento do astro rei...
que vai despontando lentamente na imensidão...

Não me deixes...
a saudade já começa a sufocar minha alma...
pois não quero te deixar, quero continuar mergulhado em tua ternura...

Não me deixes...
o calor dos raios do sol só fazem aumentar ainda mais a saudade...
deixando em minha alma a certeza de que nosso amor é infinito...










terça-feira, 28 de setembro de 2010

Ruiva eternamente - Redhead forever

A madrugada avança, o plenilúnio ainda impera soberano, inabalável...
a relva úmida parece aos poucos se aquecer derramando goticulas suaves como uma paixão...
pois em sintonia com vésper e tons alaranjados  avermelhados no horizonte...
anunciam o surgimento do astro rei...

cor de fogo, etéreo, assim são teus cabelos longos, envolventes que aos poucos...
vão incendiando os confins de minha alma...
caprichosamente, meticulosamente, divina, com teu olhar arrebatador e provocador, penetrante...
com tua boca irresistivel que me sinto como uma abelha enlouquecida e em erupção vulcânica...

com teu corpo moreno que parecem-me envolvidas...
em névoas de mistérios e sedução, sem explicação...
como a névoa suave, morna de um amanhecer de uma manhã de verão...

cujos beijos, abraços, caricias...
me faz perder a razão de tudo, esqueço tudo, tudo perde a razão...
pois tu, tão quente, tão envolvente, tão contagiante, és eterna..









manualdeinercia.zip.net


Tu és loira - You are blonde

Ahhh, tu que cruzastes o meu caminho...
com teus cabelos loiros, longos, que esvoaçam como a brisa suave e serena das manhãs...
com teu olhar angelical e envolvente como um abraço caliente...
com tua boca que transmitem a suavidade e o sabor doce de um favo de mel...

com teu corpo escultural que me faz suspirar pela tua serenidade, pela tua naturalidade...
ahhh, tu que cruzastes o meu caminho...
com teus gestos sedutores, arrebatadores, enlouquecedores...
que envolvem num mar de magia e sedução..

olho para o infinito, as estrelas, o plenilúnio...
só penso somente em ti, cuja saudade só aumenta, só atormenta, só lamenta...
chegando aos confins de minha alma amargurada de solidão...

ahhh, tu que cruzastes o meu caminho...
tão bela, tão divina, tão natural que me lembra Afrodite...
tu aparecestes em minha vida, tu és loira eternamente na minha alma...










comentarioemserie.com





Simplesmente você - You simply

Simplesmente você...
com seus olhos ternos, serenos, envolventes, profundos...
com sua boca carnuda e tão doce como favo de mel..
com seus cabelos que esvoaçam e me envolvem como a brisa do mar...


com teu sorriso tão encantador, tão contagiante...
com teus abraços tão envolventes, tão aconchegantes, tão quentes...
com teu jeito tão singelo e angelical...
com teu corpo escultural, puro...


com tua inocência tão contagiante, tão hipnótica...
com tua meiguice tão cativante, tão natural, tão espontânea...
só poderia ser obra divina...


impossível resistir aos teus encantos, tentei, mas não consegui..
porque tu és em minha alma e coração para a eternidade...
simplesmente você...






                                                               dessiner.wordpress.com

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Morena - Brunette

Morena...
Ahhh morena que me fascina com teus divinos olhos castanhos...
tão profundos, tão envolventes, tão penetrantes, tão doces...
como o mel ou uma jabuticaba, assim são as janelas de tua alma...

Morena...
Ahhh morena que me faz suspirar ao olhar para teu rosto angelical...
e enlouquecer ao ver seus lábios etéreos e profundos...
com teu sorriso que me enfeitiça, me paralisa, me encanta...

Morena...
Ahhh morena com aqueles cabelos negros longos e envolventes como uma noite estrelada...
e que esvoaçam como uma brisa suave da madrugada...

Morena...
Ahhh morena com teu corpo caliente, sublime, misterioso como um ocaso...
como se deixasse no mar traços eternos de ti, morena...



 







Amargura - Bitterness

Amargura...
amargura por não poder ver seu olhar angelical e penetrante jamais...
amargura por não poder sentir novamente seus abraços aconchegantes jamais...
amargura por não poder desfrutar de teus beijos doces e envolventes jamais...

Ahhh Amargura...
amargura que tanto partiu meu coração que faz sangrá-lo incessantemente...
amargura pois recusou-se me amar, que desamor, que ingratidão, que decepção...
amargura pois me deixastes num limbo de solidão e tristeza profunda...

Amargura...
amargura pois te amei tanto, tanto, tanto...
amargura que me faz lembrar-me de um dé-jà-vu...

Amargura...
tão amarga, tão deprimente, tão torturante, tão sufocante...
amargura, tão amarga como fel pois tu não voltarás...





 
entreares.wordpress.com